Análises

O que as pessoas dizem sobre o LilyPond?

Artigos publicados

  • Abril de 2011

    A Linux Magazine publica um artigo intitulado Projects on the Move ("Projetos em Movimento"). É um artigo introdutório sobre o MuseScore, LilyPond e Chordii. A autora Carla Schroder afirma que “LilyPond é conduzido a partir da linha de comando, mas não deixe a falta de uma interface gráfica lhe assustar; o LilyPond é fácil de usar e fácil de aprender”, e fornece um exemplo prático.

  • Maio de 2010

    Peter Kirn, no site Create Digital Music, publica uma análise do LilyPond. Ele tem uma visão equilibrada sobre o uso, elogia a notação de alta qualidade de LilyPond e sugere experimentá-la.

  • Setembro de 2009

    A revista alemã LinuxUser escreve um artigo sobre o LilyPond.

  • Agosto de 2009

    Ann Drinan, no site Polyphonic.org, apresenta comentários de dois bibliotecários de orquestra que falam sobre o uso de software para manter suas bibliotecas.

  • Junho de 2009

    Em um artigo publicado na revista anual da Associação de Pais do Conservatório Nacional, francesa, o compositor francês e colaborador do LilyPond, Valentin Villenave, explica como as licenças livres, e especificamente as partituras gravadas com LilyPond, são fundamentais para tornar a música escrita acessível a todos.

  • Fevereiro de 2008

    Em artigos em seu site pessoal, Andrew Hawryluk compara Finale e LilyPond em termos gerais e avalia detalhadamente os recursos de gravação de ambos os softwares. O segundo artigo é uma análise instrutiva de problemas de gravação no Piano Prelude Nº 6 de Rachmaninoff, incluindo comparações com uma edição de referência gravada à mão.

  • Junho de 2006

    DistroWatch premia LilyPond e escreve “Senhoras e senhores, temos o prazer de anunciar que, com base nos pedidos dos leitores, a doação DistroWatch de maio de 2006 foi concedida a LilyPond (€190.00) e Lua (US$250.00).”

  • Dezembro de 2005

    O Linux Journal publica um artigo intitulado Make Stunning Schenker Graphs com GNU LilyPond ("Faça impressionantes gráficos de Schenker com o GNU LilyPond"). É um artigo detalhado, mas prático, com gráficos nítidos da LilyPond. O autor Kris Shaffer comenta “GNU LilyPond gera belos gráficos que fazem as alternativas comerciais parecerem de segunda categoria”.

  • 20 de agosto de 2005

    O jornal belga De Standaard investiga o que impulsiona os autores de Software Livre em um artigo intitulado Delen van KENNIS zonder WINSTBEJAG (Compartilhamento sem fins lucrativos de conhecimento) em seu ‘DS2 bijlage’. LilyPond é usado como exemplo e o artigo é intercalado com citações de uma entrevista por e-mail com Jan Nieuwenhuizen. Isso marca a primeira aparição de LilyPond na imprensa impressa convencional.

  • Junho de 2005

    Um artigo francês sobre o lançamento do LilyPond 2.6 apareceu em linuxfr.org.

  • Outubro de 2004

    Os editores da Computer!Totaal, uma revista de computador holandesa, descreve o LilyPond na edição de outubro de 2004 como: “Software maravilhoso (de código aberto) livre […] A partitura produzida por LilyPond é excepcionalmente bonita […] um sistema muito poderoso que pode fazer quase tudo.”

  • Julho, Agosto de 2004

    Dave Phillips escreveu um artigo introdutório para Linux Journal: Na ponta do som: LilyPond, partes um e dois.

  • Março de 2004

    Chris Cannam entrevistou Han-Wen Nienhuys e Jan Nieuwenhuizen em linuxmusician.com (site original extinto). Essa entrevista também foi analisada em uma slashdot story.

  • Fevereiro de 2004

    A cantora de jazz Gail Selkirk escreve sobre mergulhar no LilyPond. “… você pode fazer partituras principais ou partes orquestrais completas, e os resultados podem ser impressionantes.” Computer Music Special, edição CMS06.

Testemunhos de usuários

carter-brey

Carter Brey, Principal violoncelista, Orquestra Filarmônica de Nova Iorque

“… Eu escrevi algumas partes do bis para o violoncelo solo que eu imprimi com o LilyPond e que eu vou submeter à Schirmer para publicação. Aposto que a versão gravada deles não pareceria nem um pouco mais afiada que a minha!”

orm-finnendahl

Orm Finnendahl, professor de Composição, Universidade de Música e Artes Cênicas Frankfurt

“Embora eu não conheça [o LilyPond] muito bem ainda, eu estou *muito impressionado. Eu usei o programa para inserir um moteto de Josquin Desprez na notação mensural e não há dúvidas de que o lilypond supera todos os outros programas de notação com relação à velocidade, facilidade de uso e visual!”

darius-blasband

Darius Blasband, compositor (Bruxelas, Bélgica)

“[..após o primeiro ensaio da orquestra,] recebi inúmeros elogios sobre a qualidade das partituras. Ainda mais importante, enquanto a LilyPond fornece inúmeros meios para melhorar a aparência de suas partituras, o que a orquestra obteve de mim é basicamente a saída bruta e intocada.”

Kieren MacMillan, compositor (Toronto, Canadá)

“obrigado e elogios para a equipe de desenvolvimento por seu trabalho incrível. Eu nunca vi nada que se aproximasse da saída que recebi da LilyPond – estou totalmente confiante de que minhas necessidades de publicação musical serão atendidas além das minhas expectativas usando esse ótimo aplicativo. […] basicamente a saída de LilyPond não ajustada […] possui melhor aparência que as publicações mais recentes de publicações ‘professionais’ com as quais eu comparei (q.v. praticamente qualquer resultado da Warner Bros., e até mesmo muitos das mais recentes por ‘editoras antigas’). […]” “Bata isso, Finale/Sibelius/Igor/que seja!!!”

Chris Cannam, programador principal do projeto RoseGarden

“LilyPond é obviamente um super gorila [de ótima composição de músicas].”

Chris Snyder, Adoro Music Publishing

“A forma como a música é inserida para LilyPond faz com que eu pense de uma maneira mais musical – houve momentos em que eu fiquei perplexo a respeito de como dizer a Lily para gravar algo, apenas para perceber que mesmo se eu fizesse isso exatamente como o compositor queria, a música seria confusa para ler. O LilyPond torna muito mais fácil para mim trabalhar no meu editor duplo + função de gravador.”

“Eu tenho usado o LilyPond exclusivamente para o meu novo negócio de publicação de música. Praticamente sem exceção, todo compositor se impressionou com a qualidade da gravura quando apresentada com as provas de sua música prestes a ser publicada. Eu mereço um pouco do crédito por isso – eu gasto muito tempo aprimorando a saída, especialmente ligaduras (principalmente em acordes) –, mas LilyPond me dá um excelente ponto de partida, uma interface muito intuitiva e a capacidade de modificar absolutamente qualquer coisa se assim eu quiser alocar o tempo. Estou convencido de que nenhum produto comercial pode chegar perto.”

David Bobroff, Trombone baixo, Orquestra Sinfônica da Islândia

“Eu acho que o LilyPond é ótimo […] Quanto mais eu aprendo sobre o LilyPond, mais eu gosto!”

Vaylor Trucks, Guitarrista (Sim, parente de)

“Estou superimpressionado com o LilyPond […]”

“ESSE É O MELHOR PROGRAMA DE TODOS!!!”

“MUITO obrigado a todos vocês por seu trabalho árduo e dedicação!”

Nicolas Sceaux, contribuidor do Mutopia

“Eu tinha uma espécie de relacionamento de ódio e paixão com isso. Paixão porque a primeira nota que eu vi foi tão incrível! A descrição de LilyPond repousa sobre sua beleza, é muito modesta! […] como LilyPond está ficando cada vez melhor, e à medida que observo mais de perto como as coisas são feitas no esquema, tenho menos e menos frustrações. Enfim, o que quero dizer é: obrigado por fornecer LilyPond, é muito bom.”

Werner Lemberg, Maestro no Teatro de Coblença, Alemanha, e distinto GNU Hacker

“De qualquer forma, o LilyPond faz um trabalho impressionantemente bom!”

Paul Davis, desenvolvedor de JACK e Ardour

“Eu acho que [LilyPond é] um programa incrível, e produz uma saída maravilhosa. Quando li uma entrevista sobre isso no ano passado, fiquei entusiasmado com vários amigos meus sobre o seu potencial.”

Dr. Mika Kuuskankare, pesquisador na Academia Sibelius na Finlândia, compositor e autor de Expressive Notation Package (ENP)

“Tenho o mais profundo respeito para com a LilyPond e com seus criadores e mantenedores, pois sei por experiência própria como esse tipo de software pode ser difícil.”

David Cameron, Músico, typesetter profissional e usuário SCORE a muito tempo

“Meus sinceros agradecimentos a todos que contribuem para este projeto. Eu era um grande usuário de SCORE para grandes editoras nos anos 90, mas eu sinto que a LilyPond finalmente torna possível para mim obter exatamente o que eu quero na página, especialmente quando não é uma prática "padrão".”

Se você está ciente de qualquer outro novos artigos ou testemunhos que possa ser listado aqui, por favor nos avise escrevendo uma mensagem para a lista de discussão bug-lilypond. Se você ainda não está inscrito, pode fazê-lo na página de info da lista.

Para onde agora?

Leia primeiro nossa Entrada de texto.